Quantidade de estepes do caminhão: saiba quantos a legislação pede

Estepes de caminhão

Os estepes do caminhão são itens de suma importância para que o veículo funcione de forma otimizada e sem desgastes desnecessários. Por isso que a manutenção deles, calibragem e verificação são de extrema importância para que a viagem seja tranquila e segura, principalmente naquelas longas.

Com isso, o estepe se torna parte importante, também, pois, em caso de ausência de um dos pneus, é ele quem fará a substituição e permitirá que o caminhão continue rodando, em segurança e eficazmente.

E sim, ele precisa de manutenção e cuidados, também. O fato de ele não ser utilizado não significa que não haja desgaste no material e no próprio item. Entenda quantos estepes são necessários para se ter em um caminhão.

A importância dos pneus

O pneu é um dos itens mais importantes no caminhão pois é ele quem estabelece a qualidade de rodagem e a segurança com que esta é feita. Por isso, ele precisa estar apto a gerar um bom desenvolvimento nas viagens, para que estas sejam seguras e não tenha problema.

Balanceamento e alinhamento são essenciais para que o rendimento do pneu se dê adequadamente, sem que afete todo o sistema de balanceamento do próprio caminhão, gerando desgastes em diversos itens e consumo excessivo de combustível.

A calibragem é necessária para que haja o equilíbrio entre as rodas, devendo ela ser feita com os pneus frios, para maior assentamento da pressão e alinhamento de todos os eixos. Assim, a segurança advinda das rodas estará garantida e o desgaste do caminhão será normal, não havendo excessos.

Estepes do caminhão

O mesmo vale para o estepe, o qual deve ser verificado em sua integridade e também calibrado, pois, se houver situação que é necessário seu uso, ele estará pronto para entrar em ação.

O estepe é o item reserva, de segurança, que substituirá algum item defeituosos, para que se possa rodar até a localização de uma mecânica para resolver o problema do pneu defeituoso.

Ele é item obrigatório, segundo a legislação de trânsito brasileira, contudo, ela não especifica quantos estepes devem estar à disposição, no caminhão. E esta é uma dúvida recorrente dos motoristas.

Quantos Estepes?

A lei não é clara ao informar o número necessário de estepes que deve estar presente no caminhão. E ela estabelece que o Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) irá regular a questão, editando norma que informe o número e as condições que o estepe deve estar.

Há uma resolução, 558/80, a qual foi editada antes do atual Código de Trânsito, a qual trata de estepes, informando que é proibida a assimetria entre pneus, ou seja, não se pode usar pneus com medidas diferentes no mesmo veículo, por questões de segurança.

De outro lado, informa apenas a obrigatoriedade de pneus sobressalientes, considerados os estepes, não fixando seu número. E a obrigatoriedade da existência do estepe se dá apenas para o cavalo, não sendo informada essa obrigatoriedade para a carreta.

Tendo em vista que não há uma norma clara, sendo silente, a interpretação a ser dada para o número de estepes diz respeito à segurança do veículo e do motorista.

Em um primeiro momento, deve-se esclarecer se o cavalo possui todos os pneus iguais ou diferentes, para que se considere quais estepes deve-se carregar como reserva. Caso sejam iguais, deve-se levar um estepe para o cavalo, sendo diferentes, um estepe de cada modelo.

Em relação à carreta, não é obrigatório, mas é sempre bom ter um jogo de pneus reserva para qualquer imprevisto, garantindo a utilização correta do veículo e a segurança das viagens.

Leia também: Como identificar problemas na suspensão do caminhão?

Siga nosso Instagram: @copege.pecas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima