4 sinais de que a embreagem precisa de manutenção!

Embreagem

A embreagem de um veículo é um dos componentes mais importante pois é ela quem direciona a potência que o motor deve ter para que possa andar, bem como comunica a velocidade que o motor deve ter para funcionar corretamente.

Se ela apresenta algum tipo de problema, o veículo pode ficar inutilizado, dependendo de conserto para poder voltar a rodar, podendo trazer dor de cabeça e prejuízos ao motorista.

Por isso é importante notar sinais que a embreagem dá, quando há início de algum problema que possa levar à quebra total do componente. Sendo assim, entenda quatro sinais que a embreagem pode dar indicando que ela está precisando de manutenção.

Dureza

A embreagem é acionada através do pedal, o qual possui certa flexibilidade. Quando ele está duro demais, é um sinal aparente de que a embreagem pode estar com problemas e necessita de manutenção.

A dureza dele pode indicar que os cilindros estão com folga e distanciamento, não produzindo a pressão necessária para que haja a correta comunicação do pedal com a embreagem e, consequentemente, da embreagem com o motor.

Outro ponto pode ser o excesso de ar no sistema hidráulico da embreagem, gerando uma dureza incomum, podendo prejudicar o funcionamento, com o ar ocupando mais espaço que o fluído do componente.

Trepidação

O pedal da embreagem não deve tremer e nem trepidar, pois o seu sistema é feito para que ele seja estável. Contudo, se, ao pressionar, houver a sensação de tremedeira ou trepidação, isso pode indicar que a embreagem pode apresentar algum problema e deve ser levada à manutenção.

Tal trepidação pode ser originada pela má instalação de discos bem como desgaste no suporte de transmissão do pedal com o componente. Também pode ser a presença de avaria no cubo de embreagem ou acúmulo de óleo ou graxa em algumas partes, apresentando atrito para a pressão feita pelo pé.

Troca de marcha com arranhado

Quando se troca uma marcha no veículo, não deve haver barulho algum. Esse arranhado é muito comum quando vai se colocar a ré. Contudo, quando há a troca das marchas positivas, não deve haver barulho algum, quando a o pedal da embreagem estiver pressionado corretamente.

Caso haja o barulho de arranhado, há a indicação que há desgaste em alguma peça do componente, devendo ser levado à manutenção para averiguação. Muito disso acontece por conta do anel sincronizado o qual pode estar desgastado.

Fantasmas

Quando a alavanca da marcha retorna ao ponto morto sozinho, há a indicação de que a embreagem está com algum tipo de problema. O trambulador, peça presente na caixa de embreagem, que faz a ligação com a alavanca, pode estar desgastada, não conseguindo segurar a alavanca na posição necessária, fazendo com que retorne ao ponto morto.

E se, de outro lado, o câmbio se movimenta sozinho, pode ser que o coxim está desgastado o suficiente para que o sistema de troca tenha folgas, fazendo com que a marcha mude automaticamente.

As situações de câmbio fantasmas são extremamente preocupantes pois podem gerar acidentes, uma vez que a troca da comunicação com o motor pode gerar maior aceleração ou frenagem, fazendo com que o controle do veículo seja perdido.

Assim, é extremamente necessário que se leve à manutenção, para que não se incorra em riscos de acidente, podendo haver prejuízos maiores para o motorista e possível acidente.

A manutenção habitual é uma das formas de se evitar que haja problemas no câmbio, pois, dependendo do momento em que aquela ocorra, deverá ser feita uma vistoria completa em todos os componentes, se antecipando com futuros problemas.

Leia também: 5 dicas para economizar em viagens mais longas de caminhão

Siga nosso Instagram: @copege.pecas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima